Blog

Guerra com o corpo vs. pazes com a comida

Eu falo muito de auto aceitação por aqui e dentro do consultório, porque reconstruir uma relação de paz com seu corpo é um princípio fundamental da Alimentação Intuitiva, isto é, é um ponto chave para ter uma relação normal e saudável com os alimentos.

Segundo as autoras do Intuitive Eating, não é possível ter uma grande insatisfação com seu corpo e ter uma relação positiva com a comida, por dois motivos:

1) A gente não confia em quem não gosta, né? Então, como posso confiar no meu corpo (entender minha fome, encontrar minha saciedade, entender quais alimentos meu corpo me pede) se eu estou desconfortável nele?

2) Enquanto eu mantenho uma relação de insatisfação com o meu corpo, meu cérebro vai continuar tentando encontrar uma solução rápida para este sentimento incômodo e desconfortável da insatisfação. Quer dizer, seu cérebro vai continuar fazendo você pensar em dietas, em restrição alimentar, em métodos de perda de peso rápido, etc. Ou seja, vai ser difícil eu respeitar os sinais do meu corpo, enquanto estou pensando em como vou emagrecer rapidamente.

Assim, aceitar e respeitar nosso corpo é um ponto chave para conseguirmos reaprender a nos alimentar de forma natural, respeitando os sinais do nosso corpo.

Mas, aproveito para relembrar algo que já tratei aqui: aceitar nosso corpo não é querer amá-lo na marra. Na verdade, ter uma relação neutra ou positiva com nosso corpo parte de uma série de reflexões, que podem ser incrivelmente libertadoras!

Veja aqui!

Veja mais