Blog

Engorda se você pensar que engorda


Na fila para comprar um sorvete, o moço na minha frente comentou com a atendente que, na verdade, ele queria um milk-shake, mas iria pegar uma casquinha, porque a casquinha 'engorda menos'. A atendente riu e pra falou: "ué, engorda se você pensar que engorda".

Eu ri na hora, achei engraçado. Mas depois fiquei pensando que isso pode ser muito verdadeiro. Quando comemos um alimento já pensando que ele irá me engordar, automaticamente já desenvolvemos um sentimento de culpa, que não é legal. Este sentimento negativo é muito forte para estar relacionado à alimentação, não acham? Ele pode influenciar nos seus comportamentos futuros, como por exemplo, pode fazer com que você coma mais, tenha compulsões alimentares ou até desenvolva comportamentos punitivos. No mínimo, a culpa vai fazer você se sentir mal, e garanto que aquele sorvete não vai mais ser tão gostoso. A culpa amarga o sabor e atrapalha a digestão.

O processo de emagrecer ou engordar tem muito pouco a ver com alimentos específicos. Ele está muito mais ligado à sua mente, à sua linha de pensamento, à forma como você enxerga o ato de se alimentar. Consequentemente, está ligado ao fato de você estar continuamente pondo seu corpo em estresse e de você estar desconectado do seu corpo, não dando a ele àquilo que ele precisa.

A mente é muito poderosa e é o grande maestro do corpo. Tudo passa por ela primeiro. Ela que coordena seu metabolismo e seu peso. Por isso, a chave de manter um peso adequado e de dar saúde para o seu organismo é se reconectar com seu corpo e nutrir sua mente.

Se sua mente estiver mal alimentada, coberta de julgamentos, medos e culpas, pode acreditar que não é aquela casquinha de sorvete que prejudica seu emagrecimento.

Veja mais