Blog

Mas é errado querer ser "mais saudável?"

Essa pergunta surgiu em uma conversa recente, na qual eu estava argumentando sobre a questão do como a classificação 'saudável' pode ser complexa, e sobre como muitos alimentos que não são considerados popularmente como saudáveis poderiam ser, sim, saudáveis (veja os dois posts anteriores). Nesse contexto, alguém perguntou: "Mas pensando na seguinte situação: eu almocei e tenho como sobremesa um brigadeiro e uma maçã. Não seria melhor comer a maçã?" A resposta que temos popularmente hoje, em frente a tanta informação vinculada por inúmeros canais diferentes, é clara: Prefira a maçã.

Mas na minha cabeça, a resposta que me vem é: depende. Depende de muitos fatores. Depende de onde eu estou almoçando, depende da minha fome, depende do meu estado de espírito do dia, depende do meu humor, depende do que eu comi no resto do dia, depende de qual minha intenção com aquela sobremesa, depende da companhia que está comigo, depende da ocasião,